Instituto TIM

Carl Sagan: o universo mais perto de nós

29/01/2016

“Nós somos feitos de poeira de estrelas.” Essa é uma das frases mais conhecidas do astrônomo norte-americano Carl Sagan, um cientista que até hoje inspira muitas pessoas ao redor do mundo (conheça o significado da frase nesta matéria). Até o fim de sua vida, em 1996, Carl não só contribuiu – e muito! – para os estudos sobre o universo, como também para que a ciência estivesse ao alcance de qualquer pessoa, seja cientista ou não. Suas falas, como a do começo deste texto, misturavam ciência, poesia e filosofia para que todos entendessem e se encantassem com o universo, assim como aconteceu com ele mesmo – que foi um grande apaixonado pelo tema.

Carl lançou livros, artigos e participou de programas de TV. Mas o que realmente o tornou muito popular foi a minissérie de TV “Cosmos”, que foi exibida aqui no Brasil em 1982. Ela foi pioneira em explicar a ciência de forma simples, e por isso fez muito sucesso em dezenas de países. Os 13 episódios convidam o público a embarcar em uma viagem para conhecer os planetas do Sistema Solar, as estrelas, as galáxias, as origens da vida na Terra, entre outros assuntos. Dá para encontrar todos os episódios de “Cosmos” no YouTube em versões em português – o primeiro capítulo você pode assistir abaixo.

 

 

Além de divulgar a ciência ao grande público, Carl se dedicou a desvendar os mistérios do universo. Ele foi professor e pesquisador em grandes universidades dos Estados Unidos e colaborou com a NASA, a agência espacial norte-americana, em diversas missões, incluindo as que levaram o homem até a Lua. Foi o astrônomo quem deu a ideia de gravar os discos que estão nas sondas Voyager, com informações da Terra para os extraterrestres (saiba mais aqui).

Aliás, foi uma imagem da Terra tirada pela sonda Voyager I logo depois que ela passou por Saturno que inspirou o cientista a escrever um de seus livros, chamado “Pálido ponto azul”. A imagem mostra a Terra como um pontinho no meio do espaço. E ao mesmo tempo em que Carl lembra como somos pequenos perto da imensidão que é o universo, ele reforça a mensagem de que devemos respeitar uns aos outros e cuidar do único planeta que conhecemos como nosso lar. Confira um trecho desse livro narrado pelo próprio Carl Sagan.

 

 

Um fato bem interessante é que Carl admitiu que já teve dificuldade para entender alguns conceitos da ciência, e justamente essa dificuldade o ajudou a encontrar maneiras mais simples de explicá-los. “Algumas coisas que os alunos mais brilhantes foram capazes de ver instantaneamente eu tive que trabalhar para entender. Consigo lembrar o que tive que fazer para descobri-las. As pessoas muito brilhantes descobrem tão rápido, que nunca conseguem ver a mecânica do entendimento”, escreveu o cientista em suas anotações pessoais. O curta-metragem “Poeira das Estrelas” foi inspirado na vida de Carl, com episódios de sua infância e trechos de suas falas, e mostra sua curiosidade pelo universo desde criança. Para ativar as legendas em português, clique no botão “CC” na barra inferior.

 

 

Curiosidade: Em 2014 foi lançada uma nova versão da minissérie “Cosmos” – infelizmente, não dá para encontrar no YouTube. O apresentador foi o astrofísico Neil deGrasse Tyson, que tem Carl Sagan como uma de suas grandes inspirações. Logo no final do primeiro episódio ele contou como conheceu Carl quando tinha 17 anos e como esse encontro marcou sua vida.

 

Créditos da foto em destaque: Michael Okoniewski

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *