Instituto TIM

Nossa origem tem tudo a ver com as estrelas

16/06/2015

Quando perguntado sobre qual é o fato mais impressionante no universo, o cientista norte-americano Neil deGrasse Tyson mencionou que o universo está em nós, que nossos átomos – partículas que fazem parte do nosso corpo – vieram das estrelas (acesse o vídeo nesta matéria). Você sabe o que ele quis dizer com isso? É que o nosso surgimento só aconteceu por causa de explosões de estrelas que levaram ao nascimento do Sol – e, depois, ao de todos os outros planetas do Sistema Solar.

O nascimento de um sistema planetário começa em uma nebulosa – uma nuvem formada por gás e partículas como o oxigênio, o carbono e o nitrogênio. Esses elementos (e muitos outros) estão ali porque são o material que resulta da explosão de uma estrela: quando as estrelas com massa 10 vezes maior que o Sol se encaminham para o fim de sua vida, em uma fase chamada supernova, elas explodem, liberando no universo os elementos que a formam. É assim que surgem as nebulosas. Uma parte dessas partículas começa a se juntar, vai atraindo outras, e mais outras… Até que é liberada uma quantidade enorme de energia, formando uma estrela – em nosso caso, o Sol.

Outras partículas que foram lançadas para uma região mais longe dessa estrela também se unem e dão origem a planetas, cometas, asteroides… Uma imagem capturada pelo observatório ALMA, que fica no Chile, mostra bem esse momento de formação de um sistema planetário. No caso, foi ao redor da estrela HL Tauri. Esses espaços que parecem aros dentro do disco de materiais de estrela, são o resultado do nascimento dos planetas. Eles vão atraindo as partículas que estão próximas e “limpando” o caminho de sua órbita ao redor da estrela, que está no centro desse disco.

 

ALMA image of the protoplanetary disc around HL Tauri

Imagem da formação do sistema planetário ao redor da estrela HL Tauri – Créditos: ALMA (ESO/NAOJ/NRAO)

 

Agora, a resposta de Neil fica mais clara: nós todos somos compostos por essas partículas, as mesmas que foram criadas no núcleo de uma estrela e que deram origem ao nosso Sistema Solar. Estamos conectados ao universo por meio delas. E isso nos leva à conclusão de outro famoso cientista norte-americano, Carl Sagan (que foi uma grande inspiração para Neil): nós somos feitos de poeira de estrelas.

 

Saiba mais: Um documentário do canal National Geographic explica em detalhes o surgimento do Sistema Solar e as características de cada planeta. O vídeo também fala do conceito de gravidade apresentado na Teoria da Relatividade Geral, de Albert Einstein, e como ele está relacionado com a órbita dos planetas ao redor do Sol.

 

 

Fontes:
Época
O Globo

2 Comentários

  1. Excelente a verificação desse fato histórico e científico!
    Saber que somos formados por pedaços de estrelas é fantástico!
    Esse material de excelente valor informativo poderá qualificar aulas de ciências e geografia provocando grandes questionamentos

    Responder
    • Olá, Maria Liduina, ficamos muito contentes que tenha gostado da matéria! Essa ideia de que somos compostos por partículas criadas dentro de uma estrela também nos fascina! Que bacana que você vai usar essas informações nas aulas, esperamos que as crianças também se encantem. 🙂

      Responder

Envie um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *